Oficina cores para Iguape

1º Módulo da Oficina Cores para Iguape

No último 23 de maio aconteceu na Casa do Patrimônio do Vale do Ribeira o 1º módulo da oficina “Cores para Iguape” que tem por objetivo definir juntamente com a população uma regulamentação para serviços de pintura no centro histórico da cidade.

Realizado pelo IPHAN, em parceria com a Prefeitura Municipal e o Projeto Oficina Escola de Artes e Ofícios (POEAO), a oficina contou com a participação da Superintendente do IPHAN/SP, Sra. Anna Beatriz Ayroza Galvão, e do Coordenador do POEAO de Iguape, Sr. Emerson da Silva Santos, que apresentaram informações sobre os tipos de tinta, cores e combinações de cores tradicionalmente utilizadas nos centros históricos brasileiros.

O evento contou ainda com a participação do restaurador Toninho Sarasá, do Estúdio Sarasá, que prestou grande contribuição sobre as patologias dos diferentes tipos de tintas em contato com alvenarias históricas, tendo justificado tecnicamente o porquê da sua opção pela tinta a base de cal nas obras de restauração.

No módulo prático foram feitos testes com argamassa de cal, com e sem adição do óleo de linhaça, reforçando as propriedades do aditivo de facilitar a aplicação da tinta a cal e aumentar a durabilidade da pintura. Como houve a participação de pintores, o resultado foi aprovado durante a própria oficina.

Ao final, a arquiteta do IPHAN/SP, Carina Mendes, apresentou uma proposta preliminar de regulamentação para os serviços de pintura no centro histórico de Iguape, que foi colocada em debate. Ascontribuições foram anotadas e o documento foi preliminarmente ajustado. Clique aqui para conhecer a proposta.

Como encaminhamento do trabalho ficou previamente agendado outro módulo da oficina para o final do mês de junho, cuja proposta é finalizar o documento sobre pinturas. Foi cobrada também a finalização do documento sobre regulamentação de letreiros e toldos, que já foram apresentadas à população em outubro de 2010.

Atualmente grandes trechos do belo casario de Iguape encontram-se escondidos sob tintas inadequadas, letreiros e toldos sem padrão. A regulamentação destes serviços e equipamentos é uma grande contribuição para a cidade, cuja adequação será capaz de promover uma rápida valorização do seu conjunto arquitetônico.  Para isso o IPHAN tem buscado a participação de todos para a efetiva aplicação e apropriação das diretrizes a serem propostas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Categorias: Notícias | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: